Política

Política

Synopsis

Comentários de Arnaldo Jabor, Fernando Gabeira, Kennedy Alencar, Lourival Sant'Anna, Merval Pereira, Renata Lo Prete e Wálter Maierovitch, além dos quadros Época em Destaque e da Rádio Sucupira

People who listen this also listen:


Episodes

  • Moro mostra viés autoritário e força a barra ao dizer que a Câmara poderia ter feito mais
    Moro mostra viés autoritário e força a barra ao dizer que a Câmara poderia ter feito mais
    Duration: 10min | 05/12/2019

    Pacote anticrime aprovado tem muito mais a cara de Alexandre de Moraes do que de Sergio Moro. 'E mesmo o aprovado é ruim', avalia Kennedy Alencar. 'O projeto não atua nas causas, mas propõe saídas - que, ao meu ver, são piores - para as consequências.'

  • A proposta do governo regulariza a bandidagem
    'A proposta do governo regulariza a bandidagem'
    Duration: 12min | 05/12/2019

    Ministro do Meio Ambiente disse que a Alemanha já teria concordado com a nova proposta para financiar ações de conservação da Amazônia. Sergio Abranches comenta: 'O que ele quer fazer com o Fundo Amazônia, que é regularizar a questão fundiária, é muito difícil que tenha apoio da Alemanha e, principalmente, da Noruega, principal financiador do fundo. Isso porque a proposta do governo regulariza a bandidagem, regulariza grileiro'.

  • Precisava dobrar o valor do fundo eleitoral?
    Precisava dobrar o valor do fundo eleitoral?
    Duration: 09min | 05/12/2019

    Maria Cristina Fernandes comenta a decisão da Comissão Mista de Orçamento, que aprovou fundo eleitoral de quase R$ 4 bilhões para as eleições de 2020. 'A gente sabe que não é fácil, que a democracia custa caro e que as campanhas municipais são mais caras. Mas precisava dobrar o valor gasto em relação a 2018?' Ela destaca que parte dos recursos vai sair de dividendos das estatais e outra parte, de saúde, educação e saneamento, por exemplo.

  • Ministro Sérgio Moro está se saindo um hábil político
    'Ministro Sérgio Moro está se saindo um hábil político'
    Duration: 03min | 05/12/2019

    Merval destaca a habilidade política do Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, que passou o dia no Congresso negociando a aprovação do seu pacote anticrime. Ele também destacou a disposição do ministro em fazer com que o Senado tente um caminho mais rápido para a aprovação da autorização da prisão após condenação em segunda instância, alterando o código de processo penal a partir de um Projeto de Lei.

  • Homens fardados e armados atravessaram o marco separatório entre o legal e o ilegal
    'Homens fardados e armados atravessaram o marco separatório entre o legal e o ilegal'
    Duration: 08min | 05/12/2019

    Wálter Maierovitch fala dos desdobramentos da tragédia na Favela de Paraisópolis, em São Paulo, com a morte de nove pessoas e 12 feridos. ‘À luz da Legislação e do bom senso essa linha não poderia jamais ser ultrapassada pela Polícia Militar, até porque, eram previsíveis os riscos de violações a direitos fundamentais como a vida e a integridade física’.

  • Ao marcar votação de projeto sobre 2ª instância, CCJ do Senado coloca pressão na Câmara
    Ao marcar votação de projeto sobre 2ª instância, CCJ do Senado coloca pressão na Câmara
    Duration: 12min | 05/12/2019

    Gerson Camarotti fala sobre a decisão de Simone Tebet de marcar votação do projeto de prisão após segunda instância na Comissão de Constituição e Justiça. Para o comentarista, com esse movimento, é possível criar um ambiente na Câmara para votar PEC sobre o mesmo tema. Além disso, ele destaca que houve uma maioria formada no Senado contra o presidente da Casa e que Davi Alcolumbre "tem que ficar atento para não perder a liderança que tem sobre seus liderados".

  • Este governo usa fake news como arma política
    'Este governo usa fake news como arma política'
    Duration: 10min | 04/12/2019

    Kennedy comenta a denúncia da deputada federal Joice Hasselmann, que acusou o deputado Eduardo Bolsonaro de liderar ataques virtuais a potenciais inimigos da família presidencial. 'O depoimento tem credibilidade porque ela era muito próxima dos Bolsonaro. Ela está falando com conhecimento de causa. Claro que o depoimento da deputada é forte e ela tem que apresentar provas. Joice ainda disse que o presidente usa o próprio celular para divulgar fake news. Lamentável que a gente tenha dentro do Palácio do Planalto um esquema desta natureza'.

  • Lula, vencido e não convencido
    Lula, vencido e não convencido
    Duration: 08min | 04/12/2019

    Comentarista fala sobre postura do ex-presidente Lula que insiste, segundo ele, em reformar decisões da justiça sobre suas acusações. 'Ele foi vencido na apelação do sítio de Atibaia e não ficou convencido'. Lula aproveitou um pedido de habeas corpus pendente no Supremo e encaixou ali um fato novo, tudo para buscar anulação do seu julgamento.

  • TSE não bateu de frente com presidente e ainda se mostrou afinado com o tempo
    'TSE não bateu de frente com presidente e ainda se mostrou afinado com o tempo'
    Duration: 09min | 04/12/2019

    O TSE autorizou a criação de partidos por meio de assinatura eletrônica. Para Maria Cristina Fernandes, isso beneficia o presidente Jair Bolsonaro, que está em vias de montar uma nova legenda, apenas parcialmente. Ela explica: 'A medida vai valer para o presidente dele e para outros. Parece até que o beneficia, só que há duas condicionantes impostas: a aprovação de regulamentação pelo TSE e desenvolvimento de ferramenta capaz de assegurar que as assinaturas são verdadeiras. Por isso, o clima no Aliança pelo Brasil não é exatamente de comemoração'. A comentarista avalia, também, que o fato de não haver data para regulamentar a decisão preocupa o grupo de Bolsonaro.

  • Uma discussão que certamente afetará a decisão é o alcance da mudança
    'Uma discussão que certamente afetará a decisão é o alcance da mudança'
    Duration: 02min | 04/12/2019

    Merval Pereira falou sobre a possibilidade de instalação da Comissão Especial da Câmara que vai analisar a PEC para permitir que os julgamentos terminem na 2ª instância, quando seria considerado o trânsito em julgado. A mudança deve atingir todos os casos.

  • Mecanismo é muito falho, cada gabinete controla a frequência de seus servidores
    'Mecanismo é muito falho, cada gabinete controla a frequência de seus servidores'
    Duration: 13min | 04/12/2019

    Berenice Seara fala sobre os benefícios de poderosos ao analisar a reportagem de Pedro Figueiredo, da TV Globo, que mostrou servidores públicos da Assembleia Legislativa do Rio que recebem altos salários e não comparecem ao trabalho. 'A Assembleia deixa a cargo do deputado o controle do seu próprio gabinete. Muitas vezes, um deputado deve favor a outro político, que pede por um parente, e segue essa situação de um pagar favor para o outro'.

  • Congresso não tem debatido formas de baratear gastos de campanha
    Congresso não tem debatido formas de baratear gastos de campanha
    Duration: 16min | 04/12/2019

    Gerson Camarotti fala sobre a Comissão Mista de Orçamento do Congresso, que deve votar hoje o parecer do relator-geral da proposta para 2020, que prevê um fundo partidário de quase R$ 4 bilhões. Comentarista destaca que é preciso ter um bom senso de que está faltando dinheiro em todas as áreas do país. Além disso, estamos vivendo um novo momento do ponto de vista tecnológico que barateia as campanhas. "É muito estranho o Congresso Nacional estar na contramão desse movimento", diz.

  • ‘Governo errou ao não fazer coalizão e não apostar nas frentes parlamentares’
    ‘Governo errou ao não fazer coalizão e não apostar nas frentes parlamentares’
    Duration: 19min | 03/12/2019

    Jornal da CBN 2 conversou com o líder do PP na Câmara, deputado Artur Lira. Em pauta, a propaganda lançada pelo ‘centrão’ com o mote ‘Centro, o Brasil em movimento’. A ideia do grupo é se colocar como opção à polarização entre a esquerda com Lula e o governo Bolsonaro, de extrema-direita. ‘Assumimos o nome de centrão mesmo. Votamos as matérias necessárias para o crescimento do país’, sustenta em favor do grupo. ‘Quando falamos em polarizar na política, é falamos de um lado contra o outro e não necessariamente estamos classificando (os dois lados) de extremistas’. O parlamentar ainda criticou a condução política do governo Bolsonaro. ‘O governo se equivocou ao entregar a um técnico a direção total de cada ministério. Isso não está funcionando’.

  • Trump quer se passar como um governante que protege seu eleitor
    'Trump quer se passar como um governante que protege seu eleitor'
    Duration: 06min | 03/12/2019

    Maria Cristina Fernandes comenta a ameaça de Trump de sobretaxar o aço e o alumínio brasileiro. A medida foi vista como um estremecimento na relação cordial entre os dois países, tão defendida pelo brasileiro. 'Bolsonaro diz a quem quer saber, e a quem não quer, que tem relação privilegiada com Trump. O que temos que nos perguntar é o que o país ganha com a predileção de Bolsonaro por esta parceria? Ela completa: 'pior é que a notícia foi dada no Twitter. Esta relação de amigos não foi suficiente para o Trump não dar sequer um telefonema para justificar a atitude'.

  • A imprensa é uma instituição que, ao desagradar extremos, mostra que está no caminho certo
    'A imprensa é uma instituição que, ao desagradar extremos, mostra que está no caminho certo'
    Duration: 07min | 03/12/2019

    Merval Pereira fala sobre episódios que afetam a liberdade de imprensa. O mais recente, aconteceu hoje pela manhã, quando o prefeito Marcelo Crivella proibiu a participação de jornalistas do jornal ‘O Globo’ na coletiva sobre o réveillon. ‘Isso acontece quando a democracia não é um sistema respeitado por quem está no poder ou na oposição’. Ele acrescenta que isso vem acontecendo em várias partes do mundo e no Brasil não é diferente. Durante o comentário, por meio de nota, a Prefeitura do Rio disse que a coletiva era para a imprensa e O Globo não é jornal.

  • Ricardo Salles vai para a COP-25 completamente descolado da realidade
    Ricardo Salles vai para a COP-25 'completamente descolado da realidade'
    Duration: 07min | 03/12/2019

    Sérgio Abranches fala sobre a COP-25 e a pequena participação brasileira. Segundo Abranches, o Brasil vai para a COP-25 com o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, dizendo que vai pedir aos países desenvolvidos US$ 10 bilhões por ano para combater o desmatamento. 'Na verdade, o que ele vai ter que fazer lá é explicar porque a situação das tribos indígenas está como está e o aumento do desmatamento na Amazônia'.

  • Do ponto de vista prático, devoção de Bolsonaro a Trump não resultou em nada
    Do ponto de vista prático, 'devoção' de Bolsonaro a Trump 'não resultou em nada'
    Duration: 17min | 03/12/2019

    Gerson Camarotti comenta o anúncio feito pelo presidente dos EUA de que vai retomar tarifas sobre aço e alumínio no Brasil e na Argentina. Comentarista avalia que o nosso governo quer se aproximar dos EUA e oferece todas as condições para isso, mas não vemos essa recíproca. Clima ontem no Palácio do Planalto foi de perplexidade porque ninguém tinham conhecimento do anúncio realizado por Trump.

  • Ernesto Araújo diz que não vai ligar para Trump para falar de ameaça de sobretaxa
    Ernesto Araújo diz que não vai ligar para Trump para falar de ameaça de sobretaxa
    Duration: 02min | 02/12/2019

    Ministro das Relações Exteriores fez a afirmação, dizendo que o cenário segue em estudo técnico por enquanto. Governo brasileiro evita falar no tamanho do prejuízo com a possível medida de sobretaxa ao aço e ao alumínio brasileiros pelos EUA.

  • A retórica de João Doria se esvazia nela mesma
    'A retórica de João Doria se esvazia nela mesma'
    Duration: 08min | 02/12/2019

    Maria Cristina Fernandes comenta a morte dos nove jovens na favela de Paraisópolis e o que disse o governador de São Paulo, João Doria, sobre o assunto. 'Me pareceu que ele está encurralado, além dos jovens mortos na ação da polícia. Ele vinha tentando marcar sua imagem de governante progressista, perante o bolsonarismo. Depois se distanciou. Afinal, não teria como disputar com Bolsonaro o eleitorado 'prende e arrebenta'. Agora, foi atrás dos desgarrados. No entanto, nesta ação de Paraisópolis, deu pra perceber que as posições de Doria dependem da conveniência política do momento'.

  • É mais uma prova que essa relação especial que Bolsonaro diz que tem com Trump é uma inverdade
    'É mais uma prova que essa relação especial que Bolsonaro diz que tem com Trump é uma inverdade'
    Duration: 04min | 02/12/2019

    Merval Pereira analisa a postura de Trump que acusou Brasil e Argentina de desvalorizarem suas moedas e anunciou a retomada de tarifas ao aço e ao alumínio dos dois países. Merval destacou que 'os países não têm amigos, tem interesses'.

  • Depois da reforma da Previdência, governo está com dificuldade para valer a sua agenda
    'Depois da reforma da Previdência, governo está com dificuldade para valer a sua agenda'
    Duration: 07min | 02/12/2019

    Natuza Nery diz que o governo tem problema de articulação e excesso de pauta. Segundo ela, essa é a semana do 'banho-maria', com avanços em algumas agendas. Na Câmara, existe a disposição de se iniciar a votação de uma nova lei de saneamento. 'Basicamente tudo que tem hoje no Congresso vai ficar para o ano que vem'.

  • Todos os movimentos do presidente são voltados para a reeleição
    'Todos os movimentos do presidente são voltados para a reeleição'
    Duration: 17min | 02/12/2019

    Gerson Camarotti avalia que o governo Bolsonaro está perdendo o foco na administração do país para pensar no projeto de reeleição em 2022 e que isso não é bom. General Ramos declarou que, se Moro for vice, Bolsonaro vence no primeiro turno. "Verbalizar isso, de forma tão precoce, é um gol contra", opina o comentarista. Camarotti fala ainda sobre o que esperar do Brasil na COP-25, que começa hoje em Madri.

  • Personalidade de Paulo Guedes é muito afeita a esse tipo de escorregões
    'Personalidade de Paulo Guedes é muito afeita a esse tipo de escorregões'
    Duration: 23min | 30/11/2019

    Carlos Melo fez o comentário ao relembrar a declaração do ministro da Economia sobre o AI-5. ‘Já está começando a ficar chato esse tipo de descuido’. Carlos Melo acrescenta que declarações do tipo causam abalo grande e influencia na economia. ‘As autoridades precisam ter responsabilidade, postura. Isso tudo é muito ruim’.

  • Ter um filho investigado deixa qualquer detentor de poder suscetível a pressões
    'Ter um filho investigado deixa qualquer detentor de poder suscetível a pressões'
    Duration: 08min | 29/11/2019

    Maria Cristina Fernandes comenta a decisão do Supremo Tribunal Federal que liberou o uso de dados sigilosos em processos sem necessidade de aval da justiça. 'A decisão é uma derrota para o senador Flávio Bolsonaro. Mas ele não é o único perdedor. O presidente da República também fica mais vulnerável. Ter um filho investigado deixa qualquer detentor de poder mais suscetível a pressões. O que dirá um presidente da república?'. Ela pondera, no entanto, que não são só os Bolsonaros que perdem com a decisão do STF. Acompanhe no comentário.

  • Após decisão do STF, todas as investigações podem recomeçar
    Após decisão do STF, todas as investigações podem recomeçar
    Duration: 03min | 29/11/2019

    Merval Pereira fala da decisão do STF, que por nove votos a dois, decidiu liberar o compartilhamento de dados de órgãos de controle com o Ministério Público para investigação de crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. A liminar que o ministro Dias Toffoli deu em julho foi cassada e todas as investigações podem recomeçar, incluindo a de Flávio Bolsonaro. Na próxima semana, o Supremo vai definir se há limitações para essa troca de informações.

  • Deputados soltos não fizeram um bom negócio pedindo o mandato de volta
    'Deputados soltos não fizeram um bom negócio pedindo o mandato de volta'
    Duration: 11min | 29/11/2019

    Berenice Seara fala da novela dos deputados que gostariam de reassumir seus mandatos, mas encontram obstáculos. Os deputados que estavam presos na operação Furna da Onça foram liberados por uma decisão da própria Assembleia Legislativa. No entanto, na decisão foi embutida uma 'gambiarra' de que eles seriam soltos, mas não poderiam voltar a exercer o cargo.

  • Sanha autoritária ameaça a democracia em Sucupira
    Sanha autoritária ameaça a democracia em Sucupira
    Duration: 03min | 29/11/2019

    O prefeito Odorico Paraguaçu ameaça baderneiros que tomaram a cidade.

  • Essa estratégia de arquivar o caso Queiroz é jurídica, mas também política
    'Essa estratégia de arquivar o caso Queiroz é jurídica, mas também política'
    Duration: 12min | 29/11/2019

    Adreia Sadi fala sobre como fica o caso Queiroz com a decisão do Supremo Tribunal Federal. Ela destaca que a eleição é um momento de contato com o povo e o povo sabe que um dos pilares do presidente Bolsonaro na eleição era o discurso de combate a corrupção. O caso Queiroz é uma pendência, 'uma pedra no sapato desse discurso do combate à corrupção do governo Bolsonaro'.

  • Decisão do STF já causa preocupação entre aliados próximos a Bolsonaro
    Decisão do STF 'já causa preocupação entre aliados próximos a Bolsonaro'
    Duration: 13min | 29/11/2019

    Após a decisão do Supremo sobre o compartilhamento de dados, deve ser retomada a investigação do caso envolvendo o senador Flávio Bolsonaro, suspeito de ficar com parte do salário dos funcionários de gabinete quando era deputado estadual no Rio. Para Gerson Camarotti, isso trará um desgaste político ao senador e já preocupa grupo próximo ao presidente.

  • Decisão é uma derrota para o ministro Dias Toffoli
    'Decisão é uma derrota para o ministro Dias Toffoli'
    Duration: 06min | 28/11/2019

    Guilherme Amado comenta a decisão do STF que deu sinal verde ao compartilhamento de dados sigilosos em investigações mesmo que sem aval da justiça. A votação sinaliza uma derrota ao presidente da Casa Dias Toffoli, o único até agora a votar contra essa medida. 'Este julgamento está sendo um pouco inusitado porque, há uns meses, Toffoli suspendeu todos os casos no país de compartilhamento de dados do Coaf, da Receita e do Banco Central, o que trouxe prejuízo ao combate à corrupção'. Ele a relação entre a votação no Supremo e a investigação que envolve o senador Flavio Bolsonaro, filho do presidente da república.

Informações: