Call De Abertura - Alexandre Schwartsman

Synopsis

Análise profunda e bem humorada do cenário econômico brasileiro.

Episodes

  • É falso o dilema entre cuidar da saúde pública ou salvar a economia

    'É falso o dilema entre cuidar da saúde pública ou salvar a economia'

    26/03/2020 Duration: 12min

    Alexandre Schwartsman afirma que medidas para controlar epidemia de coronavírus são importantes também para a economia, já que recessão começa a se tornar inevitável. 'Se a gente não conseguir conter a propagação do vírus, corremos o risco de passar por uma recessão ainda mais grave', comenta. Ele completa: 'temos que encarar que estamos vivendo, de fato, tempos muito difíceis'. Ouça a análise.

  • Não entenderam o tamanho da encrenca em que estamos

    'Não entenderam o tamanho da encrenca em que estamos'

    19/03/2020 Duration: 18min

    Para Alexandre Schwartsman, redução da Selic para 3,75% em meio à pandemia de coronavírus é 'corte modesto'. Ele destaca que crise vai durar mais que um trimestre. 'Caberia um estímulo monetário maior', avalia. Ele destaca, ainda, que medidas econômicas emergenciais anunciadas pelo governo podem ser insuficientes. Ouça a análise completa.

  • Impacto da crise econômica depende de quanto tempo a epidemia de coronavírus vai durar

    Impacto da crise econômica depende de quanto tempo a epidemia de coronavírus vai durar

    12/03/2020 Duration: 12min

    Alexandre Schwartsman explica fatores que levam à crise econômica e ao pânico nos mercados por causa do coronavírus. Na análise dele, epidemia já afeta diretamente o Brasil. 'O principal problema é que se a China não produz, ela também não importa nossos produtos', afirma.

  • Começo de ano fraco deve se repetir em 2020

    Começo de ano fraco deve se repetir em 2020

    05/03/2020 Duration: 17min

    Alexandre Schwartsman comenta resultado do PIB, que registrou crescimento de 1,1% no ano passado. 'Boa parte desse número resulta da fraqueza do primeiro trimestre de 2019, quando não houve crescimento nenhum', explica. Na avaliação dele, situação pode se repetir em 2020, principalmente por causa do coronavírus, mas também por causa da 'desarticulação' e da 'falta de objetividade' do governo brasileiro. Ouça a análise completa.

  • Superávit de janeiro mostra melhora pontual na economia, mas cenário segue instável

    Superávit de janeiro mostra melhora pontual na economia, mas cenário segue instável

    27/02/2020 Duration: 13min

    País fechou o mês de janeiro com superávit de R$ 44 bilhões. Alexandre Schwartsman comenta: 'resultado é bom, mas é preciso lembrar que janeiro já é historicamente um mês bom. Importante é ver a soma dos últimos 12 meses, que estão negativos na casa do R$ 84 bilhões'. Ele analisa, ainda, o cenário mundial com o avanço do coronavírus.

  • IPCA 15 mostra inflação em patamar mais baixo e cenário de acomodação

    IPCA 15 mostra inflação em patamar mais baixo e cenário de acomodação

    20/02/2020 Duration: 11min

    Coluna traz uma análise do cenário econômico e o IPCA 15, de 0,22%. 'Fevereiro é um mês que pega o reajuste de escolas. Mesmo assim, ficou bem baixo o índice inflacionário. Nos últimos 12 meses, o número cheio ficou em 4,1%, mas a perspectiva para este ano deve ficar em 3,1%', diz Schwartsman.

  • Projeções de inflação são compatíveis com redução adicional dos juros

    'Projeções de inflação são compatíveis com redução adicional dos juros'

    13/02/2020 Duration: 09min

    Alexandre Schwartsman comenta conjuntura econômica e explica a relação entre consumo, capacidade ociosa, inflação e juros. 'Se o consumo não vier muito mais forte, vai ser difícil que a capacidade ociosa caia a ponto de ameaçar a meta de inflação', avalia. Ele ainda classifica últimas declarações do ministro da Economia, Paulo Guedes como 'de extremo mau gosto e preconceito'.

  • Juros vão ficar muito abaixo de onde estavam quando o afrouxamento monetário começou

    'Juros vão ficar muito abaixo de onde estavam quando o afrouxamento monetário começou'

    06/02/2020 Duration: 11min

    Copom reduz Selic para 4,25% e sinaliza que não vai mais baixar os juros. Nas previsões de Alexandre Schwartsman, taxa deve ficar estável ao longo de 2020 e subir até a casa dos 6% em 2021. No entanto ele ressalta que os juros não devem voltar aos patamares de 2016, já que caíram dez pontos percentuais desde então. Produção industrial estagnada e efeitos do coronavírus na economia são outros dos destaques.

  • Os sinais vindos do BC dos EUA preocupam

    Os sinais vindos do BC dos EUA preocupam

    30/01/2020 Duration: 08min

    Pauta de hoje é a decisão do Banco Central dos EUA de manter as taxas de juros. Alexandre Schwartsman comenta: 'A sinalização toda era neste sentido. Não houve surpresa. O problema foi o comunicado que veio em seguida explicando a decisão. Há um sinal de uma política mais frouxa no futuro'.

  • Inflação cresce, mas números tendem a se acomodar

    Inflação cresce, mas números tendem a se acomodar

    23/01/2020 Duration: 13min

    IPCA 15 de dezembro, de 1,15%, ainda mantém índices mais altos em relação ao ano de 2019 em geral. O aumento do preço da carne pesou bastante. Comentarista avalia cenário: "O número é alto. Houve um choque 'parrudo' de inflação de mais de 1% em dezembro. Mas isso está se dissipando".

page 2 from 2

Informações: